Anúncio com Código

Grandes Diretores de Videoclips | Wayne Isham

Diretores | 11 jul 13 - por João Paulo Porto
Video-Killed-The-Radio-Star_Wayne-Isham_wt-jpg

O diretor Wayne Isham usou a ferramenta do videoclipe muito bem para transmitir ao espectador o efeito fantástico que uma canção pode imprimir.  Americano, de 55 anos, Wayne decidiu ser diretor quando assistiu pela primeira vez o clipe de “Ashes to Ashes”, do cantor David Bowie e dirigido por David Mallet em 1980, um clipe percursor. Versátil, ele conseguiu determinar uma estética para os vídeos de bandas de heavy metal nos anos 80 e 90, como Bon Jovi em “Livin On A Prayer”, Judas Priest em “Turbo Lover” e Motley Crue em “Girls Girls Girls”, ao mesmo tempo que também possua o talento para criar o estilo padrão dos videoclipes de boys band dirigindo “I Want It That Way” do Backstreet Boys.

Wayne ja imprimia sua marca no clipe ao vivo de "Livin' On A Prayer", um dos grandes hits de Bon Jovi
Wayne ja imprimia sua marca no clipe ao vivo de “Livin’ On A Prayer”, um dos grandes hits de Bon Jovi

Um de seus trabalho mais impactantes mostrava um Michael Jackson extremamente branco e desolado no vídeo de “You Are Not Alone”. Outro clipe inesquecível e que definiu o cenário metaleiro nos anos 90 era “Enter Sandman”, do Metallica: cenas icônicas deste trabalho como a cobra que percorre o corpo do garoto assim como a sua fuga desesperada de um caminhão desgovernado, ainda estão cravadas no imaginário de muitos que assistiram na época de seu lançamento.

No ótimo documentário Video Killed the Radio Star, o diretor afirma que adora se deixar levar pela música, colocar o volume no máximo e imaginar como seria o vídeo. De fato, e perceptível sua paixão pelo que faz. Em suas gravações, Ishan costuma deixar os músicos a vontade criando um clima de “família”.

a ecleticidade era uma marca registrada do diretor, que ia de Heavy Metal  (Motley Crue, Megadeth, Metallica) ao mais puro pop de cantores como Britney Spears e N'Sync.
a ecleticidade era uma marca registrada do diretor, que ia de Heavy Metal (Motley Crue, Megadeth, Metallica) ao mais puro pop de cantores como Britney Spears  (Piece of Me) e N’Sync.

Uma de suas grandes especialidades eram o vídeos ao vivo. Ele conta que em uma época de sua carreira, muitos ligavam pedindo para gravar clipes ao vivo porque acreditavam que o diretor possuía a mágica de transforma-los em algo sofisticado ou que tinha a energia do ‘ao vivo’.

Ishan continua a gravar clipes, mas os vídeos de Heavy Metal marcaram sua carreira definitivamente e ele já sabia, desde muito tempo que um dos fatores que fazem a garotada grudar numa música é um bom e criativo videoclipe.

Confira a playlist com os melhores clipes dirigidos por Wayne Ishan:

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths