Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #149. USA For Africa | We Are The World

Para Ver Antes De Morrer | 08 ago 12 - por João Paulo Porto
USA FOR AFRICA 1985

tumblr_ly2swotd0f1qbgvpzo1_1280“We Are The World” nasceu quando Harry Belafonte, reconhecido cantor de calypso, ator e ativista, adimirou-se com o êxito do disco do Band Aid contra a fome em 1984: Do They Know It´s Christmas, para uma Etiópia arrasada pela fome. Belafonte viu a oportunidade de que os músicos norte-americanos poderiam utilizar de seus talentos por uma boa causa.

Foi Belafonte, um liberal cujas credenciais remotam aos anos 50, que reuniu pessoas tão diversas como Michael Jackson e Lionie  Richie (autores da canção), Kenny Rogers, Tina Turner, Dan Aykroyd, Bette Midler, Bruce Springsteen, Bob Dylan, Quincy Jones, e Willie Nelson  para dizer que os cantores podiam fazer algo para aqueles que sofriam, porém de forma significante.

Trabalharam como USA For Africa (United Support of Artists For Africa) e transformaram-no em um evento verdadeiramente de massa. A música, além de se tornar um clássico instantâneo, também era emocional e efusiva ao ponto de fazer com que os protagonistas do Band Aid britânico se sentissem envergonhados, embora o projeto de Bob Geldof tivesse sido bem feito e os seus produtores tinham certeza de que aqueles que o criticariam seria rotulados de mesquinhos.

usaforafrica-608x399O videoclipe seria tão marcante quanto o evento em si, alcançando status de clássico audiovisual ao reunir tantas celebridades díspares em um só lugar.

Todos os artistas brilham de forma igual, mas é Bruce que realmente se destaca com sua voz poderosa e rascante.

“We Are The World” foi lançada em 02 de março de 1985 e em 5 de abril, uma Sexta-Feira Santa, cerca de 5.000 estações de rádio a executaram simultaneamente. Alcançou o número Um nos Estados Unidos em 12 de abril e venderia neste país cerca de 7,5 milhões de álbuns.

Esta canção e o álbum indiretamente derivado dele, levantaram US $ 50 milhões para o combate à fome na Etiópia.

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths