Anúncio com Código

Top 5: Beck em cinco clipes imperdíveis

Listas | 10 fev 15 - por João Paulo Porto
beck2

Quem teria imaginado que um disco que passou quase que despercebido pelo público em geral ganharia o mais importante prêmio do Grammy, desbancando até mesmo o álbum visual da poderosa Beyoncé.

possui uma das mais interessantes discografias, mais esquizofrênicas que qualquer outro artista contemporâneo desde David Bowie. E como Bowie, Beck construiu uma carreira na inquietação e reinvenção, derrotando expectativas, quase de forma imprudente.

A videografia de Beck é uma constelação de estilos, humores e modos. Eu fui atrás e re-examinei cada videoclipe de Beck para tentar criar uma lista dos 5 melhores de sua carreira que capturassem a essência de tal persona exótica e, acredite, não foi uma tarefa fácil.  O resultado é uma série de clipes “tortos” de um gênio da música.

Confira:

5. Heart Is A Drum – (2014) Dir. Sophie Muller

Dirigido por , o assustador clipe mostra quando a morte chega para visitá-lo – seja na forma de um ceifador ou astronautas amigáveis – mas não deixe ser muito consumido pelo medo. Caso contrário, você vai deixar de sentir a estranha beleza do encontro com a morte. A diretora equilibra perfeitamente o bobo e o sério com um Beck sempre perfeito.
 
 

4. Loser (1994) – Dir. Steve Hanft

O vídeo é um mash-up de vários clipes de 16 milímetros de filmes usando técnicas de filmagem avant-garde e experimentos de cores psicodélicas. Beck aparece muito novo, com o cabelo liso longo e visual espalhafatoso, que lembrava um pouco Kurt Cobain. O video também serviu para introduzi-lo ao Mainstream. “Loser” foi um dos grandes sucessos daquele ano e ainda é considerado um grande hino do rock alternativo de todos os tempos.

3. Deadweight – (1997) Dir. Michel Gondry

Beck escolhe a dedo quem vai dirigir seus projetos audioviduais. O cara sempre contou com pesos pesados da criatividade. É só olhar quem são os diretores que assinam a maioria de seus videoclipes neste top 5. Não foi diferente com essa música que tem um videoclipe dirigido por.. por.. por.. tcharãm! Michel Gondry. Ele mesmo, um dos mestres da criatividade entremeia imagens do filme Por Uma Vida Menos Ordinária (A Life Less Ordinary, de Danny Boyle) com as de Beck, que vive em um mundo paradoxal. Para mim, este é um dos melhores videoclipes de sua carreira e o mais divertido também.

2. Devil´s Haircut – (1996) Dir. Mark Romanek

Nova York como você nunca viu. O maior hit do maior álbum de Beck ganhou um videoclipe inusitado, onde o diretor solta o cantor em um NY deserta, vestindo roupas de cowboy e carregando um boombox. Em alguns pontos, a ação congela e a câmera se aproxima de Beck e do quadro em um efeito super bacana e muito consistente. Mais tarde, é revelado que o solitário caubói estava sendo perseguido por espiões o tempo todo.

1. E-Pro – (2005) Dir. Shynola

O vídeoclipe surreal foi criado por  (o coletivo que dirigiu o espetacular videoclipe de do ). Ele é definido em um ambiente wireframe animado por computador, Onde Beck surge de uma sepultura para ser perseguido por zumbis esqueléticos. Ele escapa no que parece ser uma bicicleta, para então ser envolvido em diversas e bizarras experiências e aventuras pra lá de imagináveis.

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths