Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #224. The Rolling Stones | Love Is Strong

Para Ver Antes De Morrer | 29 dez 13 - por Thiago Murta Ferreira
254753

Amanhece na cidade New York com mais um dia rotineiro para os habitantes daquele local. Todos os moradores despertam pelo som da gaita tocada por Mick Jagger, eles se levantam em proporções fora do convencional. Desafiando as leis da física para demonstrar como vai ser a magnitude de filmar a cidade com os verdadeiros gigantes. Estou falando da banda The Rolling Stones.

Capturar rollingloves1O videoclipe inicia-se com todos os moradores se despertando, como de fosse mais um dia comum. Algumas pessoas se espreguiçando combinadas ao som leviano dando sentido ao que aconteceu com eles no dia passado.  As imagens em preto-e-branco com contraste de iluminação propenso ao horario da manhã, contracenam com os integrantes da banda em escalas maiores em cada ponto turístico e comercial da cidade de NYC. Registrando as situações dos personagens em extrema vivência, intrigas e ressacas combinadas com todos os pontos da região de Manhattan.

Por que em New York? Sendo que a banda toda vive nas raízes do rock britânico? A letra de “Love Is Strong” feito por Mick Jagger e Keith Richards tinha que demostrar uma identidade urbana sendo sedada pelo advento do “amor / luxúria à primeira vista”, a atração imediata que reflete a saudade do casal que está sempre se unindo, apesar dos obstáculos vividos na cidade.

Observando essas ideias, os esmeros tinham que vir da direção do excelente David Fincher, ao registrar os trejeitos de todos os integrantes da banda, os detalhes deles e os atores em fatores de escala real em fundo de chroma -key e depois inseridas no plano filmado, sem que estourasse a imagem e sem que percebemos os contornos no limites desse efeito prático.  Um trabalho que nasceu em conjunto com muito perfeccionismo na parte da dupla de fotógrafos Gary Waller e Mike Trim que tinham responsabilidade de cronometrar cada passo dos personagens e fotografarem em pontos de perspectiva em planos baixos e altos em cada take.  – Uma técnica genial que prende a atenção dos telespectadores.

RollingStones Loves is Strong1Se foi difícil fotografar imaginem como foi difícil inserir os efeitos práticos na imagem. Méritos para Fred Raimondi que é creditado como responsável pelos efeitos especiais de acordo com o que vinha sido editado por Robert Duffy na pós-produção.

Capturar rollingloves2O som agradável e cheio de impacto mostrando situações primorosas de Mick Jagger no Park Avenue, Keith Richards tocando a sua guitarra encostando-se à ponte do Blooklyn, Ron Wood andando nas ruas, atravessando em trilhos no Grand Central Terminal para seguir adiante para a 5ª avenida e Tom Watts tocando em cima de um prédio no subúrbio do Harlem. Os gigantes invadindo a cidade como se fossem “Godzillas” mostrando atores (modelos selecionados pela agência Ford Models) com total frenesi com tremidas de câmera e chegando ao encontro final no meio da tarde no berço da cidade no Central Park. Os argumentos de Beavis And Butt- Head sobre esse vídeo são hilariantes. Veja.

Vamos fazê-lo maior que a vida. Elevando-se sobre arranha-céus de Nova York e, não haverá muitos modelos. . . ” diz o diretor  David Fincher.

Uma ideia simples que certamente deu muita dor de cabeça na produção bastante complexa e perfeitamente bem executada, servindo como uma boa reviravolta da banda especialmente em 1994 com seu álbum titulado “Voodoo Lounge” ,premiado no Grammy de melhor vídeo musical em 1995. Foi o álbum que quebrou todas as opiniões da critica. Mostrando que tinham mais gás de sobra e mais uma vez eles foram capazes de apresentar o rock raiz para as novas gerações.

 Direção: David Fincher  | Ano: 1994

Thiago Murta Ferreira

Cursando em Turismo na (UNICID – SP), a sua disciplina que mais se dedica é área de Artes e Museologia. Na qual, pretende entrar na carreira de Design em breve. Desde criança assistia e anotava os seus videoclipes interessantes em um caderno. Um bom pretexto que se dedica no site é sobre videoclipes artísticos, do Rock ao Eletro underground dos anos 90 e até os dias de hoje. Sempre procurando as curiosidades relevantes das produções audiovisuais.