Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #207. Steriogram | Walkie Talkie Man

Para Ver Antes De Morrer | 31 ago 13 - por Thiago Murta Ferreira
5553ddd1

Nunca poderíamos nos deixar levar com a tamanha imaginação dessa juventude. Construíram todo o bairro de Hollywood com fios de lã. O prédio tricotado no estúdio é o local onde a gravação da banda Steriogram, vindo direto da Nova Zelândia, tenta se ingressar nas paradas de sucesso nos EUA, com humor e muita disposição de todo seu som eletrizante.

walkie01_WalkieTalkieMan-2O vídeo é um convite à grande criatividade das crianças que projetaram os instrumentos em movimento rápido, para a banda poder gravar a música e que se alcancem todas as redes de mídias da grande massa. Aprendemos de forma didática como é o movimento do mercado fonográfico de forma bem animada em Stop-Motion e com os efeitos básicos.

A banda toca na sala de gravação e os fios aparecem como os sons que entram nos captadores de sons e chegam às máquinas de gravação de forma muito orgânica. Todo em volta no estúdio é animado em lã. As caixas de som, os microfones, a bateria, as guitarras e as mesas de sincronização e mixagem, tudo apenas fruto da imaginação das crianças e da banda.

De repente, do outro lado da rua, aparece um gigante que nasceu nas máquina de tecelagem. Fico pensando que é uma analogia aos alter egos dos críticos e jornalistas da Imprensa, buscando agredir uma sonoridade nova e sem antes apostar nela.

gondrysteriogramwalkietal7mxUm mal que acontece primeiramente ao denigrir por ser uma banda ou cantor estrangeiro. Você pode ver a estrutura que o boneco que caminha com muita raiva, carregando um rádio e andando direto ao estúdio da banda. Algo representado, de forma bem sutil, a concorrência do mercado.

– Pensando bem, ficamos admirados como só “tricotando”, podemos alcançar o auge do sucesso, sabendo que a paciência e a dedicação podem apresentar resultados que possam nos confortar.

As estruturas feitas apenas de malhas, foi elaborada pela idealizadora, Lauri Faggioni e no apoio esteve a direção de Michel Gondry. Lauri Faggioni construiu todos os processos criativos do videoclipe que levou três meses para terminar. O local das filmagens internas e as estruturas de costuras em maquete foram feitos direto no próprio estúdio da Capitol (antiga gravadora da banda na época) em Los Angeles. – Na cena dos meninos transportando a filmagem para a tela, aparece o nosso diretor. Ufa, haja novelo!

No final é possível perceber as estruturas bem elaboradas das escalas da rua, regimentadas aos fios de lã e um confronto de um boneco gigante com sua mão de malha atacando o prédio. Enfurecido, o boneco agarra o vocalista Tyson Kennedy e o rasga ao meio, mostrando que seus interiores também são feitos de lã. A salvação é colocar um dos seus fios ao rolo de filmagem e rebobinar até que o gigante desapareça.

O nome Steriogram é a junção de duas bandas nascidas em Auckland na Nova Zelândia em 1999, o Rogergram e o Steriosugar. A banda obteve notoriedade em 2004 quando veio à proposta de fazer o álbum Schmack! com o contrato para a gravadora Capitol. A capa do álbum apresenta os mesmos objetos que estão no videoclipe.

324161378_640Muitos pensam que o Steriogram é uma banda que só tem um tipo de som, comparando até mesmo com o Sum 41, devido ao seu hit. Porém, ouvindo o próprio álbum a gente percebe muitas diferenças que constituem um som bem mais pesados dos habituais, mas sem perder o bom humor.

O sucesso foi grande, estourou nas rádios norte-americanas e é um verdadeiro hit no iTunes até hoje. Obteve quatro indicações para o MTV Video Music Awards de 2004. O álbum também concorreu a uma indicação para o Grammy no mesmo ano. Infelizmente a banda terminou o seu legado no início de 2012, os integrantes estão em outros projetos paralelos.  O último trabalho de estúdio foi Taping The Radio de 2010.

Direção: Michel Gondry & Lauri Faggioni | Ano: 2004

Thiago Murta Ferreira

Cursando em Turismo na (UNICID – SP), a sua disciplina que mais se dedica é área de Artes e Museologia. Na qual, pretende entrar na carreira de Design em breve. Desde criança assistia e anotava os seus videoclipes interessantes em um caderno. Um bom pretexto que se dedica no site é sobre videoclipes artísticos, do Rock ao Eletro underground dos anos 90 e até os dias de hoje. Sempre procurando as curiosidades relevantes das produções audiovisuais.