Quando os Grandes Fotógrafos de Moda se Tornaram Diretores de Videoclipes

Anos 80, Listas | 01 mar 17 - por João Paulo Porto

Em sua busca por clipes memoráveis, os artistas muitas vezes vão além para buscar inspiração na direção criativa de seus vídeos. E se existe uma indústria que conhece bem o que é criatividade, é a da moda. A beleza por trás dos elementos visuais que representam algumas das canções mais famosas, muitas vezes foram elaborados por fotógrafos de moda famosíssimos por seu talento imensurável. 

Abaixo, selecionamos 5 fotógrafos consagrados que levaram a arte de fazer videoclipes a outro nível.

Terence Donovan

O interesse por fotografia nasceu desde cedo. Donovan começou a carreira como assistente de fotografia aos 15. Aos 22, era dono de um estúdio de fotografia em Londres de grande sucesso. Sua versatilidade atraiu uma variedade de clientes, incluindo as principais agências de publicidade e revistas de moda e estilo de vida da época, entre elas Vogue, Harper’s Bazaar e Elle, bem como as revistas influentes de sua época; Queen e Man About Town. Como diretor de videoclipes, ele dirigiu “Life In One Day” de Howard Jones, “Sight For Sore Eyes” de M People e seus videos mais conhecidos, “Simply Irresistible” e “Addicted To Love” do . Infelizmente, Donovan cometeu suicídio em 1996. 

 

Jean-Baptiste Mondino

Jean-Baptiste Mondino é fotógrafo e diretor de moda francês, com sede em Paris. Nos últimos vinte anos, as fotografias e os clipes descontroladamente progressivos de Jean-Baptiste Mondino mudaram radicalmente o rosto da indústria do rock, do pop e da moda, tornando-se um dos mais influentes e admirados do nosso tempo.

Como diretor de videoclipes, Mondino já trabalhou para Madonna, Bryan Ferry, Don Henley, Sting, Prince, David BowieCharlotte Gainsbourg, Tom Waits, Lenny Kravitz e Björk entre outros. Entre seus videos mais famosos está o polêmico “Justify My Love”, banido da MTV por conter sadomasoquismo e muita provocação.

 

Rebecca Blake

O talento da belga Rebecca Blake para fotografar belas mulheres é conhecido em todo o mundo. Ela combina seu amor por arquitetura, moda e tecnologia futurista com seu rico conhecimento e apreciação da história e das tradições clássicas; combinando esses diversos interesses e influências ela cria um estilo único e altamente visualista que vai além do tempo e espaço.

Sua carreira começou ainda nos anos 80, fotografando gente importante do cenário musical como Grace Jones, U2, Duran Duran e Pat Benatar. Com um currículo deste, era obvio que a fotógrafa de moda partiria para a direção de clipes. Entre seus clientes, estão George Benson e Luis Miguel. É dela, o inconfundível clipe de “Kiss”, um dos maiores sucessos da carreira de Prince.

 

Herb Ritts

Herb Ritts começou sua carreira fotográfica no final dos anos 70 e ganhou reputação como mestre em arte e fotografia comercial. Além de produzir retratos e moda editorial para a Vogue, Vanity Fair, Interview e Rolling Stone, Ritts também criou inúmeros vídeos musicais e comerciais de renome. Sua fotografia de belas artes tem sido objeto de exposições em todo o mundo, com obras que residem em muitas coleções públicas e privadas. Entre suas produções mais significativas estão os clipes de “Cherish” da Madonna, “Love Will Never Do (Without You)” da Janet Jackson e o mais conhecido de sua carreira; o ousado e intenso “Wicked Game”, considerado o clipe mais sexy de todos os tempos na MTV. Estrelado pelo próprio Chris Isaak rolando na praia com a modelo Helena Christensen.

 

Stéphane Sednaoui

Na primeira fase de sua carreira, o francês Stéphane Sednaoui explorou com sucesso vários campos na área da fotografia e do cinema abrangendo os gêneros de videoclipes, fotojornalismo, retrato e cultura pop. Como diretor de videoclipes, seus melhores trabalhos são “Give It Away” (Red Hot Chili Peppers), “Sly” (Massive Attack), “Mysterious Ways” (U2), “Big Time Sensuality” (Björk), e “Fever” (Madonna) entre outros. Como fotojornalista, ele abordou eventos como a Revolução da Romênia de 1989 e o ataque do World Trade Center em 11 de setembro de 2001. também contribuí regularmente como fotógrafo de moda e retrato para a Vogue, Vanity Fair, The New York Times Magazine, Interview e Visionaire. 

 

João Paulo Porto

Criador do site 1001 Videoclips e apaixonado por The Smiths.