Para Ver Antes de Morrer: 50. David Bowie | Ashes To Ashes

Anos 80, Para Ver Antes de Morrer | 01 nov 18 - por João Paulo Porto

 

Muito se falou sobre o impacto de David Bowie na música e na cultura em geral, mas o que o cara fez com este vídeo realmente abriu o caminho para as possibilidades do formato videoclipe, que na época, ainda estava engatinhando. 

Por causa de seu treinamento no palco, seu interesse em figurinos e moda e nas artes visuais, sua exploração de personas performáticas, sua vontade de casar música com imagens não convencionais que não eram uma representação literal de seus concertos ou de suas letras, Bowie enxergou o videoclipe como uma extensão perfeita. Lançado em agosto de 1980, “Ashes to Ashes” se tornou um dos mais conhecidos vídeos de Bowie, sem mencionar um dos mais inovadores e extremamente influentes de todos os tempos.

Bowie nos bastidores do clipe de “Ashes To Ashes”

O australiano e novato diretor David Mallet, foi convidado para dirigir “Ashes To Ashes”. Na época, foi considerado o vídeo mais caro de todos os tempos, e foi filmado um ano antes do lançamento da MTV. A ousadia de ambos diretor e cantor foi um tiro no escuro. No entanto, provou-se um triunfo artístico que influenciou diretamente o movimento New Romantic (um derivado da New Wave que tinha como principais representantes: Duran Duran, The Human League, Culture Club e Spandal Ballet). Depois do estouro da MTV, A nova moda eram videoclipes superproduzidos e artistas pop de forte apelo visual.



O clipe ajudou imensamente na popularidade da música, apesar de ser tão ousado e dissonante quanto a própria música. Mallet usou a nova tecnologia de computação gráfica Paintbox para alterar radicalmente a paleta de cores, tornando o céu negro e o oceano rosa. Bowie alterna entre interpretar um palhaço pierrot, um astronauta, um cyborg e o prisioneiro de um manicômio – um paralelo aos muitos papéis que desempenhou em sua carreira.

É curioso perceber que mesmo sendo herdeiro de uma tradição de décadas de transgressão, Bowie ainda precisava se superar no universo do videoclipe. “Ashes To Ashes” cumpriu o papel. Bowie mostrou quanto o formato poderia evoluir, surpreender e inovar. No fim de 1982, a indústria musical passava por um furacão chamado “Thriller”. O resto é história.

Diretor: David Mallet | Ano: 1980

João Paulo Porto

Criador do site 1001 Videoclips e apaixonado por The Smiths.