Anúncio com Código

Os 50 videoclipes mais inesquecíveis dos anos 90 (parte 3)

Listas | 19 abr 17 - por João Paulo Porto

Se você cresceu em meados dos 90, então deve se lembrar de uma série de videoclipes que empestavam os programas de TV da época, e deixaram muitas saudades. Pensando nisso, nós aqui do 1001 Videoclips decidimos fazer uma viagem no tempo, listamos os 50 clipes mais memoráveis e inesquecíveis da década de 90. Confira abaixo a terceira e última parte do especial anos 90, porque relembrar é viver!

Ah! e não deixe de conferir  AQUI a primeira parte e AQUI a segunda da nossa lista dos clipes mais marcantes da década de 90.

Quer recomendar outros clipes incríveis dos anos 90? Já sabe, né? Conte para nós nos comentários.

The Verve – “Bitter Sweet Symphony” (1998)

Verve foi uma daquelas bandas britânicas de sucesso extraordinário e atitude de bad boys.  com seu videoclipe que mostrava o vocalista Richard Ashcroft e a banda impecavelmente bem vestidos demostrou uma linha de sucesso que a própria banda não acreditaria almejar com seu álbum Urban Hymns. O hit perfeito consolidou o  como uma das melhores bandas britânicas do século 20.

Natalia Imbruglia – “Torn” (1997)

O mundo foi pego de surpresa em 1997 com o mega sucesso “Torn” da australiana Natalia Imbruglia. No clipe da canção, lembrado até hoje por uma geração inteira de jovens, Natalie aparece em um apartamento vazio cantando a canção e com o ator Jeremy Sheffield numa conversa romântica. Na metade do clipe, as paredes do apartamento começam a cair, revelando que a locação faz parte de um set de filmagens. Ao final do vídeo, Natalie começa a dançar, enquanto todo o cenário é desmontado pela equipe de produção.

Busta Rhymes Feat. Janet Jackson | What’s It Gonna Be?! (1999)

O futurístico videoclipe apresenta Janet Jackson em um túnel feito de água e Busta em forma de esperma em um contexto repleto de insinuações sexuais. A direcao ficou a cargo de Hype Williams & Busta Rhymes e o resultado pode ser visto como um dos mais inovadores de todos os tempos, devido aos grandes efeitos especiais.

 

Fatboy Slim – “Weapon Of Choice”

Um vencedor do Oscar em um vídeo de música, como assim? Talvez por isso o diretor Spike Jonze (Where the Wild Things Are) decidiu fazer de Christopher Walken (The Deer Hunter) o astro de Weapon Of Choice, o famoso clipe de Fatboy Slim

Right Said Fred – I´m Too Sexy (1992)

Em 1992, o Right Said Fred roubou a cena dance com um hit chiclete e muito “sexy”. O clipe traz os tradicionais homens descamisados fazendo pose de gostosões para atrair garotas. Mas será que era isso que eles queriam?

Alanis Morissette – “Ironic”

O diretor Stéphane Sednaoui pegou emprestado os takes como referências de um filme alemão chamado “Wise Blood” de 1979. – A diferencia é que no filme, a cena mostra o passageiro (protagonista) discutindo com um taxista – e criou um videoclipe marcante para a geração anos 90.

Faith No More – “Epic”

Quando o colorido vídeo da música ‘Epic’ do Faith No More tornou-se uma febre na MTV no início de 1990, a banda formada pelo sex symbol e carismático Mike Patton (se você duvida de seu carisma, veja  cedida a Zeca Camargo para a MTV Brasil), se tornou um dos maiores nomes do rock pesado ao lado do  e o .

Everything But The girl – “Missing”

“And I miss you like the desert miss the rain”, é com esse refrão enigmático e contagioso que a dupla Everything But The Girl alcançaria o sucesso planetário. O clipe classudo mostra a maravilhosa Tracey Thorn e seu parceiro Ben Watt em um apartamento, separados, mas sentindo muita falta um ao outro, assim como o deserto sente falta da chuva.

The Cranberries – “Linger” (1994)

O clipe em preto-e-branco de “Linger” joga com imagens com semelhante estética fotográfica do filme Aphaville (1965) de Jean-Luc Godard e se tornou o ponto alto da carreira do Cranberries, até hoje nunca superado.

Ace Of Base – “All That She Wants” (1993)

“All That She Wants” é o maior hit do grupo sueco Ace of Base. No início de 1993, a canção alcançou o topo das paradas em vários países. O clipe, dirigido por Matt Broadley, teve um orçamento muito baixo e foi filmado em um dia com apenas dois takes. O vídeo da música foi criado para servir como uma explicação para a música. Ela retrata os membros da banda em um apartamento apertado, entrelaçados com cenas de uma mulher se preparando para sair. A mulher misteriosa do vídeo da música é a atriz dinamarquesa, cantora e compositora Christiane Bjørg Nielsen.

Laura Pausini – “La Solitude” (1993)

A estreia da italiana Laura Pausini conquistou os corações do mundo. O videoclipe, gravado na cidade de Ostia, na Itália, é simples, alterna entre Laura Pausini à beira da praia com três cachorros e cantando sozinha em um píer, mas seu charme encantador e sua voz cristalina, conquistaram todo mundo em 1993.

Take That – “Back For Good” (1995)

A única vez em que o Take That foi realmente levado a sério pela crítica foi com o single “Back for Good”. De fato, a canção, que embalou romances mundo afora em 1995 mereceu todos os elogios que recebeu. E seu clipe, em preto-e-branco que mostrava os meninos da boy band mais amada do reino unido, dançando na chuva é um clássico pomposo da década 90.

New Radicals – “You Get What You Give” (1998)

The New Radicals, projeto encabeçado pelo cabeça Gregg Alexander emplacou o mega sucesso “You Get What You Give” com sua letra fantástica e melodia irresistível. O vídeo mostrava um grupo de adolescentes liderados por Alexander, causando estragos em shopping center, uma crítica a futilidade do mundo moderno.

Beck – “Loser” (1994)

O vídeo é um mash-up de vários clipes de 16 milímetros de filmes usando técnicas de filmagem avant-garde e experimentos de cores psicodélicas. Beck aparece muito novo, com o cabelo liso longo e visual espalhafatoso, que lembrava um pouco Kurt Cobain. O video também serviu para introduzi-lo ao Mainstream. “Loser” foi um dos grandes sucessos daquele ano e ainda é considerado um grande hino do rock alternativo de todos os tempos.

Deee-Lite – Groove Is In The Heart (1990)

“Groove Is In The heart” foi um mega-sucesso, alcançou o top 10 em praticamente todo o mundo em 1990. O clipe traz imagens psicodélicas, com Lady Miss Kier, Q-Tip, Maceo Parker e Bootsy Collinssobrepostos a um fundo de desenho animado de várias formas mutáveis e coloridas e tocou bastante na MTV nos anos 90.

The Chemical Brothers – “Let Forever Be” (1999)

O incrível vídeo de “Let Forever Be” do Chemical Brothers é uma viagem psicodélica brilhante que desafia os limites da razão. Este vídeo possui truques de câmera e efeitos especiais nunca vistos antes na história do audiovisual.

Jamiroquai – Virtual Insanity (1996)

Entre os vídeos mais executados dos anos 90, Virtual Insanity do Jamiroquai está também entre os mais famosos e mais premiados. O clipe, decididamente foge à todas as conclusões possíveis e se tornou um clássico dos anos 90. 

OMC – How Bizarre (1996)

OMC foi uma banda de pop rock de Auckland, na Nova Zelândia que ficou conhecida mundialmente com a canção chiclete “How Bizarre”, que tocou bastante no mundo inteiro em 1996. O clipe tocou absurdamente bem nas TVs e se tornou mais um clássico das bandas One-Hit Wonders. 

Shania Twain – Man! I Feel Like A Woman! (1999)

O clipe deste sucesso de Shania Twain é na verdade uma paródia de outro clássico clipe, “Addicted To Love” do ingles Robert Palmer de 1983. Neste, os papeis se invertem e Shania toma posse do microfone e dos holofotes. 

Sade – No Ordinary Love (1992)

No longo e belíssimo clipe de “No Ordinary Love”,  Sade Adu está vestida como uma sereia e uma noiva. O clipe clássico tinha como trilha sonora o tema do filme Proposta Indecente.

 

 

Youssou N’Dour – 7 Seconds ft. Neneh Cherry

“7 Seconds” não tinha a pretensão de ser o que é, afirmou a cantora Neneh Cherry, era tudo muito experimental, porém o sucesso que alcançou (milhões de copias vendidas e 17 semanas em primeiro lugar na França) comprovou o quão maravilhosa é esta obra da World Music. N´Dour canta em francês e wolof, e Cherry complementa em inglês. O videoclipe em preto e branco é belíssimo.

Eagle-Eye Cherry – “Save Tonight” (1997)

“Save Tonight” é considerada a canção mais famosa de Eagle-Eye Cherry e seu videoclipe é um clássico dos anos 90. O vídeo monocromático para a música “Save Tonight” apresenta o cantor interpretando personagens diferentes em uma mesma história a partir de perspectivas diferentes.

Menções honrosas:

Hanson – “Mmmbop” (1997)

Enigma – Return To Innocence (1995)

Radiohead – “Creep” (1993)

Green Day – “Basket Case” (1994)

Couting Crows – “Mr. Jones” (1995)

Eric Clapton – Tears In Heaven (1992)

Simply Red – “Stars” (1991)

Beastie Boys – “Sabotage” (1991)

Celine Dion – “My Heart Will Go On” (1997)

Aqua – “Barbie Girl” (1998)

Savage Garden – “Truly Madly Deeply” (1998)

Daft Punk – “Around the World” (1997)

The Coors – “Dreams” (1996)

Bruce Springsteen – “Streets of Philladelphia” (1993)

Robin Williams – “Angel” (1999) 

Christina Aguilera – “Genie In The Bottle” (1999)

DNA feat Suzanne Vega – “Tom’s Dinner” (1990) 

Jimmy Cliff – “I Can See Clearly Now” (1993)

L7 – “Pretend We’re Dead” (1992) 

Haddaway – “What Is Love” (1994)

UB40 – (I Can’t Help) Falling In Love With You” (1993)

The Fugees – “Killing Me Softly” (1996)

The Cure – “Friday I’m In Love” (1992)

Supergrass – “Allright” (1995)

The Wallflowers – “Heroes” (1998)

Red Hot Chili Peppers – “Under The Bridge” (1991)

Sixpence None The Richer – “Kiss Me” (1998)

EMF – “Unbelievable” (1990)

Spin Doctors – “Two Princes” (1993)

Mike & The Mechanics – “Over My Shoulder” (1994)

Elton John – “Can You Feel The Love Tonight” (1994) 

Blink 182 – “What’s My Age Again” (1999)

Sublime – “What I Got” (1997)

Ozzy Osbourne – “No More Tears” (1991)

Weezer – “Buddy Holly” (1994)

U2 – “Miss Sarajevo” (1995)

Sugar Ray – “Someday” (1999)

The Chemical Brothers – “Hey Boy Hey Girl” (1999)

Puff Daddy/Faith Evans/112 – “I’ll Be Missing You” (1997)

Alice In Chains – “Man in the Box” (1995)

Live – “Pain Lies On The Riverside” (1991)

Pearl Jam – “Jeremy” (1991)

George Michael – “Freedom! ’90” (1990)

Roxette – “Joyride” (1993)

Goo Goo Dolls – “Iris” (1997)

AC/DC – “Thunderstruck” (1990)

Scorpions – “Wind of Change” (1991)

Bryan Adams – “(Everything I Do) I Do It For You” (1991)

Smash Mouth – All Star (1999)

Lenny Kravitz – “Are you Gonna Go My Way” (1993)

STEREO MC’S – “Connected” (1993)

 

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths