Anúncio com Código

Kurt Cobain nos videoclipes: um guia sobre o legado audiovisual do músico

Listas, Videoclipes | 15 abr 15 - por João Paulo Porto
140401-kurt-cobain-nirvana-20-years_2

Krist Novoselic, Dave Grohl e Kurt Cobain tiveram a grande idéia de formar o Nirvana no final de 1980 em Seattle. Dentro de alguns anos, esta banda suja e sem um aparente futuro promissor se tornou o trio de grunge mais notável ??e popular de tosdos os tempos. Após o enorme sucesso do álbum Nevermind – alimentado principalmente pelo hino “Smells Like Teen Spirit” – Nirvana o mudou o cenário musical dos anos 90.

nirvana smell like teen spirit

Kurt Cabain impressiona o mundo no videoclipe oficial de “Smell Like Teen Spirit”, dirigido por Samuel Bayer.

O álbum In Utero, seguiu do sucesso semelhante, mas os problemas de Cobain com as drogas, incluindo o vício em heroína, o transformaram em um mártir do rock. Depois de cancelar uma turnê européia e pular fora de uma reabilitação, Cobain se matou em sua casa em Seattle. O mundo do rock nunca mais foi o mesmo. Acredite!

Apesar do fim trágico, a música do  se tornou imortal. Uma nova geração – graças a Deus – descobriu o Nevermind, em 2011, quando 20º aniversário do álbum foi comemorado. É possível até mesmo ver adolescentes vestidos com camisetas de flanela estampadas com as imagens da banda e do clássico álbum. E agora, com o lançamento de Montage of Heck, o documentário definitivo sobre Kurt Cobain (veja o trailer abaixo), nossos queridos adolescentes poderão se identificar ainda mais com a crueza e ira ímpar do último grande rebelde do rock.

Esta lista é um esforço para apresentar os melhores vídeos de música gravados pelo Nirvana para os fãs e novatos. Estes são em ordem numérica, maiores vídeos de música do Nirvana de todos os tempos. Como toda lista não é unanime, dê uma olhada e julgue por si mesmo o que deve ser considerado o melhor vídeo de todos os tempos do Nirvana, ou não. Participe nos comentários.

In Bloom (1992)

Para In Bloom, o diretor Kevin Kerslake, inicialmente havia criado um conceito original sobre a história de uma jovem nascida em uma comunidade Ku Klux Klan, que um dia percebe o quão mal eles são. Seu conceito era muito ambicioso, por isso Cobain em vez disso decidiu fazer uma paródia de apresentações musicais de bandas no início dos programas de variedades dos anos 1960, como The Ed Sullivan Show, por exemplo.

O tom humorístico era resultado de um Cobain estar “tão cansado das pessoas nos levando tão a sério… Eu queria cair fora e mostrar a eles que temos um lado bem-humorado”. O vídeo começa com um apresentador (interpretado por Doug Llewelyn) introduzindo Nirvana a uma multidão de adolescentes loucas; os membros da banda, apresentados pelo anfitrião como “os caras certos e decentes de todos”, executam vestidos em trajes que os Beach Boys costumavam usar; Cobain usa óculos que turva a visão enquanto Novoselic aparece de cabelo cortado – ele gostou tanto que manteve dessa maneira até hoje. No final, a banda destrói o conjunto e os seus instrumentos.

Sliver (1993)

Também dirigido por Kevin Kerslake, o vídeo começa com a filha de Kurt Cobain, Frances Bean Cobain (uma criança na época) dançando enquanto a banda aparece em uma pequena e apertada sala tocando seus instrumentos. Kurt canta para a câmera e seus movimentos mudam de acordo com a música. Krist Novoselic e Dave Grohl aparecem no fundo da sala. Entre as cenas, aparecem o bebê com um brinquedo que tinha sido dado a Kurt por Shonen Knife em um encontro com o Kurt Cobain.

You know You´re Right (1993)

Finamente  lançado como um single promocional após uma batalha judicial entre os remanescentes do Nirvana e Cortney Love, um vídeo da música dirigido por  Chris Hafner foi produzido. O vídeo mostrava várias cenas de performances da banda reunidos uma edição tocante. A canção se tornou um sucesso absoluto e o seu clipe serviu como uma belíssima homenagem ao lider e eterno rebelde do rock, Kurt Cobain.

Lithium (1992)

“Lithium”, foi o segundo vídeo dirigido por Kevin Kerslake. Cobain originalmente queria que o vídeo apresentasse uma história animada sobre uma garota chamada Prego que descobre alguns ovos que eclodem. Quando Cobain e Kerslake souberam que a animação levaria quatro meses para ser produzida, infelizmente abortaram o projeto. Em vez disso, criaram uma colagem de imagens do Nirvana tocando em concertos. Entre as utilizadas, destaca-se o material de um show de Halloween em 1991 e o documentário 1991: The Year Punk Broke (1992). O biógrafo do , Michael Azerrad comentou: “Embora (o vídeo) acrescentasse pontos pela tentativa de colocar animação pelo truque de Kerslake de usar filmagens mais violentas durante as partes calmas da música e vice-versa, o video se tornou uma decepção para uma música que prometia tanto”.

Come As You Are (1992)

Cobain mais uma vez escolheu Kerslake para a missão de dirigir mais um videoclipe da banda, devido ao seu estilo impressionista. Cobain foi incapaz de formular as idéias, para isso ele deixou Kerslake conceituar o clipe. A banda filma ao ar livre em um parque em Hollywood Hills. 

O vídeo mostra a banda em um quarto escuro, onde a aparência de água distorce as imagens e desfoca os rostos dos membros da banda (uma idéia sugerida por Cobain). Ao longo do vídeo, imagens de uma célula aparece se multiplicando em um ritmo incrível; um organismo vivo em seus estágios embrionários também são mostrados. O clipe também apresenta Kurt Cobain indo para longe em um candelabro por toda a sala, e água começa a fluir para dentro do quarto. Além disso, o vídeo mostra partes envolvendo um cachorro usando uma coleira de cone. Imagens de um submarino bebê de natação (uma referência para a capa de Nevermind) e uma pistola flutuante aparecem. Perto do final, uma filmagem da banda aparece, com Cobain na frente, deitado no chão e beijando a câmera.

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths