Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #262. Klaxons | Twin Flames

Para Ver Antes De Morrer | 12 out 14 - por João Paulo Porto
Klaxons

Os Klaxons foram os primeiros a denominar o estilo que tocam de “new rave”, referência com um pouco de humor do estilo “new wave”. A banda surgiu na Inglaterra em 2005, formada atualmente por Jamie Reynolds no baixo e vocais, Simon Taylor-Davis na guitarra, James Righton nos teclados e Steffan Halperin na bateria.

44942-going-absolutely-naked

O álbum Surfin The Void foi produzido pelo conhecido produtor Ross Robinson, que já trabalhou no álbum de estreia de várias bandas de nu metal, como KoRn, Limp Bizkit, Deftones e Slipknot. Críticos musicais chegaram a comparar a banda como os novos Depeche Mode ou Prodigy.

O segundo single retirado do segundo álbum de estúdio da banda, Surfin The Void, foi a música “Twin Flames” da trilha sonora do jogo Need For Speed. Foi gravado um videoclipe da canção, que causou grande polêmica pela quantidade de nudismo mostrada no storyboard do clipe. Mostra a banda participando de uma orgia junto com várias mulheres.

VEJA TAMBÉM: 0243. Slipknot | Duality

klaxons

Já nos primeiros segundos, é possível perceber que algo repugnante está prestes a vir e que deixaria David Cronenberg um pouco enjoado. Apesar de ser um exemplo de horror no seu sentido mais sociológico, na verdade o diretor Saam Farahmand construiu aqui uma metáfora para uma história de amor distorcida onde a carne é tão versátil como borracha.

Inspirado no filme Sociedade dos Amigos do Diabo (Society), de 1989, curiosamente aclamado por sua maquiagem e efeitos físicos, Farahmand escolheu notavelmente o uso inteligente de equipamentos de controle de movimento e softwares de mistura de imagens para criar um efeito visual surrealista e extremamente eficaz, que uma vez visto, dificilmente será esquecido. Como resultado final, Saam criaria uma homenagem maravilhosa à “Sociedade” neste vídeo.

VEJA TAMBÉM: Para Ver antes de Morrer: 0233. The XX | Islands

klaxons32

Este clipe também destaca uma tendência atual de diretores que conseguem ultrapassar os limites da censura em seus videoclipes. Embora sempre tenha existido clipes controversos de montão, eles não eram tão comuns na época em que as únicas ferramentas de exibição de videoclipes eram os canais dedicados como a MTV. Agora que a internet virou um lugar sem lei, a criatividade ganhou asas e está voando longe.

O diretor Saam Farahmand, que já dirigiu clipes visualmente intrigantes para artistas tão diferentes como Simian Mobile DiscoJanet Jackson, definitivamente produzido uma fantasia tão irresistível quanto repugnante. Seu melhor trabalho até à data.

Diretor: Saam Farahmand | Ano: 2010

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths