Jaloo: Uma Entidade Musical e Visual

Cenário Nacional | 06 jan 18 - por João Paulo Porto
jaloo

Este paraense de 30 anos é mais um desses nomes que nasceu na internet. Autodidata, aprendeu a criar sua música, masterizar e divulgar por conta própria, assistindo a tutoriais na internet. Jaloo não só cria música como põe sua personalidade em todos os clipes que lança. Em resumo, Jaloo é música eletrônica com sotaque paraense e sonoridade do melancólico ao dançante.

O 1001 Videoclips veio, através de seus lindos videoclipes, desvendar a entidade musical que é Jaloo. Um artista que merece mais reconhecimento por ser um dos nomes mais inventivos da música pop nacional atual. 

jaloo

As varias facetas de Jaloo em um só clipe

Jaloo está possuído de “Ah! Dor!”

Com influencias de Bjork e FKA twigs, Jaloo agarra a um figurino meio sex-shop barato de quinta categoria e nos entrega uma performance exuberante através de movimentos sobrenaturais. O curioso é que cada movimento do cantor foi gravado em partes e depois amarrado a frente de uma parede de choram key. O resultado é um clipe hipnotizante que combina muito bem com a proposta da música. 

 

Chove Chuva. Chove sem parar! 

A semelhança entre Jaloo e a canadense Grimes pode ser percebida no clipe de “Chuva”. O vídeo que foi dirigido pelo próprio artista, mostra Jaloo fazendo uma performance com uma delicada coreografia em looks exuberantes na paisagem serrana de Campos do Jordão, em São Paulo. Como se não bastasse a letra ser um primor de sensibilidade, Jaloo se entrega a uma coreografia espontânea para revelar um artista que está envolvido em todos os processos da sua arte, assim como Grimes

 

Insight foi a melhor introdução que Jaloo pôde nos dar

A riqueza visual de “Insight” saiu da cabeça de Jaloo. O paraense exibe muita criatividade em um clipe dinâmico, delicioso e feito para ver e rever quantas vezes for necessário. 

 

Last Dance, shall we?

Para mim, este é o melhor videoclipe de Jaloo até agora. Olha que primor, olha esta interpretação, olha o jeito que ele olha para a câmera. É muita sensibilidade. Veja o que ele fala sobre o clipe: 

“O clipe simboliza a morte, É um transporte da capa do disco para o movimento, mostra alguém que ja viveu bastante, como se o personagem do disco tivesse vivido uma vida inteira e estivesse muito cansado, precisando descansar. Simboliza a morte, o regresso. A capa do disco tem a ver com nascimento, com estreia, e esse clipe representa o regresso, o retorno, o descanso” 

 

Entidade indo pra cidade 

Produzido pelo THUMP, o vídeo é uma representação visual de uma jovem e majestosa entidade natural que sai da selva e se dirige para um ambiente urbano. Jaloo arrisca um inglês com forte sotaque tupiniquin que deixa a coisa mais interessante. Música hipnotizante e clipe de qualidade. 

 

 

 

 

 

João Paulo Porto

Criador do site 1001 Videoclips e apaixonado por The Smiths.