Grandes Diretores de Videoclips | Steve Barron

Grandes Diretores | 01 mar 17 - por João Paulo Porto
steve-barron

Steve Barron é responsável por alguns dos mais emblemáticos vídeos de música já feitos. Os artistas com os quais ele já trabalhou na década de 80 é impressionante: A-ha; David Bowie; Fleetwood Mac; The Human League; Madonna. O topo dessa lista, no entanto, está Michael Jackson.

Em 1982, ele concebeu e dirigiu o premiado ‘Billie-Jean’ – causando grande impacto. Esteticamente o clipe do primeiro single do incrível álbum Thriller de Michael Jackson era muito mais autentico e original que “Thriller”. Barron tinha em maos a oportunidade de fazer historia e produziu um dos mais memoráveis clipes de todos os tempos. 

Seguiram-se mais vídeos seminais com destaque para “Money for Nothing” do – que pela primeira vez em um videoclipe, foram utilizadas imagens animadas em 3D geradas por computador em grande escala  e o seu segundo trabalho mais conhecido; “Take On Me“, dos noruegueses do A-ha. Com “Take On Me”, Barron inovou ao utilizar o rotoscópio, uma tecnologia que permitia, aos animadores, redesenhar quadros de filmagens para serem usados em animação.

Um dos grandes talentos de Barron era fazer videos inseparáveis das músicas, um detalhe muito importante para u mercado musical dominado pela MTV. Quem pode esquecer a história romântica contada por meio de uma mistura de animação em preto-e-branco com imagens reais coloridas?

Mas antes mesmo de começar a carreira de diretor, Steve Barron começou como assistente de câmera para produções épicas como Superman de Richard Donner, Uma Ponte Longe Demais de Richard Attenborough e Os Duelistas de Ridley Scott. Já como diretor de videoclipes, seu trabalho ajudou a inspirar a formação e identidade da MTV.

 

Da esquerda para a direita: “Money for nothing” do Dire Straits; “Burning up” – Madonna; “Do you really want to hurt me” – Culture Club; “Don´t you want me – Human League e “As the world falls down” do David Bowie

João Paulo Porto