Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #295. El Guincho | Bombay

Para Ver Antes De Morrer, Videoclipes | 14 ago 15 - por João Paulo Porto
el guincho bombay

“Estamos prestes a começar uma viagem através do cosmos” através deste vídeo do El Guincho, projeto musical de Pablo Díaz-Reixa, cantor da Espanha. Barcelona para ser específico. Sua imaginação não pode ser mais atiçada com qualquer coisa mais picante do que esta experiência visual. Há mais esquisitices nos 3540 segundos deste clipe do que em qualquer coisa já vista anteriormente.

bombay-2

Nós também podemos viver neste mundo … “só necessitamos de imaginação e ceticismo”. Esta introdução de algum programa do brilhante astrônomo Carl Sagan combina perfeitamente para nos introduzir ao universo paralelo de “Bombay”, um desfile louco de fantasias surreais e muito, muito mais.

Um delírio de imagens alucinantes, “Bombay”, realizado por Canada, uma empresa de artes visuais com sede em Barcelona, e dirigido pelo cineasta Nicolas Mendez, é uma martelada na cabeça, ou bem melhor explicado, uma viagem psico tropical para lá dos cosmos humanos.

bombay1O vídeo começa como uma paródia de um documentário do famoso astrônomo Carl Sagan, para então desenrolar imagens alucinantes de tirar o fôlego, como garotas nuas ou quase nuas chupando dedos dos pés uma das outras, ou beijando estátuas, atirando flechas, esmagando ovos em seus rostos, metralhando coisas, homens “brincando” com algum tipo de aspirador de pó e geralmente se envolvendo em todos os tipos de caos inexplicáveis. Portanto, estamos lidando com um bando de pervertidos. Ou não.

A edição é ágil e bastante sagaz. Imagens de coisas quentes e frias são contrastadas (para indicar o derretimento de sorvete, como indicado pela mulher nua lambendo as gotas de um cone de chocolate no banho), seguidas por bolas e triângulos, tornando uma forma de sorvete. A dinâmica da edição é surpreendente e não há um frame sequer que não valha a pena ser admirado.

elguincho-e1285608020778

Os diretores Luis Cerveró, Nicolás Mendez e Lope Serrano dirigem com maestria, um deslumbrante e rico caleidoscópio de ação, sexualidade, desespero e arrogância, e mereceram toda a fama que receberam pelo vídeo. E o que poderia ser apenas um desfile de situações aleatórias áridas ou simplesmente tolas conseguiu ser algo mais. Com clareza e convicção, os diretores nos mantém imersos nas imagens vivazes e sarcásticas, e conseguem mostrar, com muito esforço e criatividade, que é um videoclipe que merece reconhecimento.

“Bombay” permanece completamente único na história do videoclipe.

Diretor: Canada | Ano: 2010

 

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths