Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #197. CSS | Let’s Make Love and Listen To Death From The Above

Para Ver Antes De Morrer | 28 jun 13 - por Thiago Murta Ferreira

Em clima de relacionamentos não sincronizados, a gente se sintoniza ao som Indie. Sendo assim, apresentado a cantora Love Foxx, servindo de porta voz para cidade de São Paulo, com muita energia e vibrações dançantes, ao som do Eletro Rock. Nas quais, os casais sofrem de Mal de Parkinson, ou algo do tipo. Juntos a exercer o mesmo propósito… fazer amor. S2

As imagens de cores pastéis em uma tarde fria e cinzenta, algo típico de um dia de domingo; mostra um dia virtuoso, belo e repetitivo no cotidiano da cidade. A banda toca numa ponte conhecida aqui em São Paulo como o “Minhocão”.  – Essa ponte (Elevado Presidente Costa e Silva), se tornou quase um set de filmagem para muitos videoclipes e comerciais aqui no Brasil. São várias bandas brasileiras que já gravaram por lá.  Pega essa referencia.

A imagem treme propositalmente como se fosse um terremoto, quando a cantora começa a pular e os quadros se mesclam nos prédios em macro. Os closes detalham cada um dos integrantes da banda olhando para  um ponto e voltando para baixo, algo incomum do que estávamos acostumados a ver em videoclipes nesse ano de 2006.

lets_make_love281x211Além de recortes de figuras e cenários em movimento, também vimos marionetes, mascaras usada para banda e nas bordas cortinas de tela, quando estiverem entre os arbustos e nas arvores do parque. Mostrando algo cru e ao mesmo tempo autêntico, acho que promoveu  uma inspiração que depois muitas bandas  gringas do cenário Indie, iriam copiar. Hoje nós conhecemos como Hipsters ou adoradores do Instagram.

Dirigido pela diretora americana Cat Solen – ela já foi assistente técnico do diretor Michel Gondry – podemos perceber os filtros que foram utilizados e o estilo semelhante a do diretor. A simplicidade é bem chamativa de assistir e dançante.  – Quando vejo esse videoclipe, sinto que foi feito por crianças que tem muito capricho para fazer.

Tendencioso e aborda as cenas como muita descontração e um tom de ingenuidade. Os integrantes com as faces meio tímidas e ao mesmo tempo se soltando para dançar. Finalizando e tocando os seus instrumentos  até que o ritmo acabe, assim todos se desligam e cai na rua. Um close final do desempenho da Love Foxx, alegre na gravação, principalmente quando a gente diz de uma banda brasileira.

VEJA TAMBÉM: 0205. Marisa Monte | Segue O Seco

Uma indicação mais do que merecida, desse grupo que começou em 2003 que tem repertórios em inglês, fazendo mais shows nos países estrangeiros, mas não perdendo uma identidade brasileira. Os paulistas se destacaram na cena alternativa em 2005 e assinaram com o selo americano Sub Pop, a mesma que revelou a banda Nirvana.

Nos seus primórdios quando eram uma banda sexteto para blog, foi a internet que alavancou o sucesso e a publicidade da banda. Em 2007, se denominaram  CSS, sigla para Cansei de Ser Sexy, (cujo nome deriva de uma frase atribuída a uma sátira da cantora Beyoncé).

54465196_295No mesmo ano, o nome da banda ficou mais conhecido na mídia nacional e internacional, mas não por sua música e sim pela audiência nos vídeos do YouTube. Viu-se o Álbum vulgo “CSS”, arranhar nas pistas como destaque para “Alala”, “Off The Hook”, “Music Is My Hot Hot Sex”, (sendo este na época de 2008,  o vídeo mais visto no Youtube com 90 milhões de views! fazendo o site cancelar a página por possíveis manipulações de hackers.), e “Let’s Make Love And Listen Death From Above”, (está na lista das músicas dos mais importantes dos livros, 1001 Songs You Must Hear Before You Die (1001 Músicas Para Ouvir Antes de Morrer – titulo em português), e 10.001 Songs You Must Download (10.001 Músicas para ouvir em download) – titulo em portuguêsem 2010.). O Álbum vendeu cerca de 65 mil cópias na Europa e nos Estados Unidos.

Hoje, a banda é agora um quarteto de meninas que recentemente divulgaram o quarto álbum de estúdio chamado “Planta” de 2013.

Diretor: Cat Solen | Ano: 2006

Thiago Murta Ferreira

Cursando em Turismo na (UNICID – SP), a sua disciplina que mais se dedica é área de Artes e Museologia. Na qual, pretende entrar na carreira de Design em breve. Desde criança assistia e anotava os seus videoclipes interessantes em um caderno. Um bom pretexto que se dedica no site é sobre videoclipes artísticos, do Rock ao Eletro underground dos anos 90 e até os dias de hoje. Sempre procurando as curiosidades relevantes das produções audiovisuais.