Precisamos falar sobre o colorido e militante clipe “Etérea” do Criolo

Cenário Nacional | 17 fev 19 - por João Paulo Porto

Criolo lançou nesta quinta (14) o combo clipe+música mais incrível de 2019, até agora. “Etérea” homenageia e abre uma discussão sobre o universo Queer no pais que mais mata LGBTQIA+ no mundo!

É uma música necessária que veio na hora certa. É necessária para quebrar os padrões que insistem em persistir; é necessária para abrir discussões num pais onde estamos cada mais polarizados; é a arte usada como alento pra alma, amar sem portões; é a arte pedindo amores aceitos sem imposições; Singulares, plural.

O clipe maravilhoso mostra um pouquinho da elegância e riqueza do universo queer em diversidade e cores exuberantes, protagonizado por quem mais entende da causa: essas figuras fabulosas de coletivos queer. Uma salva de palmas para Gil Inoue e Gabriel Dietrich, diretores do projeto.

Criolo, que já escreveu letras machistas e transfóbicas no passado (e teve a coragem de reescrevê-las) já foi do rap, já se aventurou na músicas latina, africana, no samba e agora chega arrasando na música eletrônica. Um verdadeiro camaleão.

Parabéns Criolo. O Brasil te ama!

João Paulo Porto

Criador do site 1001 Videoclips e apaixonado por The Smiths.