Anúncio com Código

Playlist: Os melhores clipes de Setembro de 2015

Melhor Do Mês, Videoclipes | 01 out 15 - por João Paulo Porto
melhores clipes

Estes são os clipes favoritos do mês de Setembro de 2015 selecionados pela equipe do 1001 Videoclips. E se você ainda não viu, não perca tempo e esteja por dentro dos melhores clipes lançados no mês passado.

Siga o 1001 Videoclips também no Twitter e no Instagram e não perca nenhuma atualização.


 

Disclosure feat. Lorde – Magnets

Em “Magnets”,  reaparece em um videoclipe pela primeira vez no ano e com aquele jeito peculiar de dançar que a gente adora e interpretando ainda uma mulher sensual e vingativa. Não sei você, mas acho que esta é a melhor música nova do  que ganhou um clipe recentemente.

 


Years & Years – Eyes Shut

Filmado em plano-sequência, o clipe de “Eyes Shut” acompanha o vocalista Olly Alexander caminhando em um prédio em ruínas em um mundo aparentemente pós-apocalíptico e povoado por pessoas desamparadas e marginalizadas.

 


Sephion – “Fucking War”

Gravado em uma construção abandonada em Curitiba, o clipe de “Fucking War” apresenta a banda  cantando em um cenário desolador que casa perfeitamente com o clima de tensão reproduzido pelas  cenas de combates em solo e até aéreas que permeiam durante os mais de cinco minutos da produção. Ah,  os efeitos especiais não decepcionam. A direção é de Nyck Maftum.

 


Halsey – “New americana”

No clipe, assume o papel de líder que se rebela contra o governo. Mas para isso ela paga um preço. A nossa heroína, no estilo Katniss Everdeen e Tris Prior, em busca de vingança e ânsia por liderança, é capturada e regada com gasolina para ser queimada viva, mas no último minuto, consegue ser libertada pelo seu exercito e, juntos, partem para a vingança final épica. A direção é de .


Johnny Hooker – Amor Marginal

Destacado pelas ótimas atuações e bela fotografia, o clipe com estética inspirada nos filmes Contracorrente e Noiva Cadáver, conta a história de um casal feliz que tem sua vida amorosa transformada com a chegada de um terceiro amor, no caso, o próprio Hooker, que também é ator. Além de , o clipe é protagonizado por Carol Macedo e Ariclenes Barroso.

 

 


Ellie Goulding – “On My Mind”

Dirigido por , o clipe, que segundo a própria , é inspirado no clássico filme Thelma & Louise, assume uma estética “estranha” mas curiosa ao contar a história de uma mulher, a Ellie, que se vinga do marido e ainda rouba seu dinheiro e passeia a cavalo por Las Vegas.

 

 


Lady Gaga – “Til It Happens to You”

Escrita por  e Diane Warren para o documentário The Hunting Ground, a canção fala sobre agressão sexual nos campi universitários. No filme, mulheres e homens falam sobre ser agredidos e como as faculdades ignoram a questão.

O vídeo abre com um aviso de que as suas representações de agressão sexual são fictícias, “mas reflete a realidade do que está acontecendo diariamente nos campi universitários.”.

 


Naughty Boy Feat. Beyoncé, Arrow Benjamin – “Runnin´ (Lose It All)

A canção, cantada por  e , foi lançada com um belo acompanhamento visual, que mostra um casal correndo debaixo d’água no fundo do oceano, conectando-se com um abraço apaixonado e com direito a uma coreografia de deixar qualquer um de queixo caído.

 


Steve Angello ft. Mako – Children Of The Wild

Dirigido por , o vídeo do ex- , é uma costura de várias cenas, cada uma com menos de um segundo de duração, filmadas em incríveis 1.000 quadros por segundo, para obter, mesmo em câmera lenta, qualidade de imagens hiper detalhadas. E o mais surpreendente, nenhum efeito foi adicionado na pós-produção, aumentando a natureza visceral das cenas.

 


Stromae – quand ce´st?

A música (que pode ser traduzida em português como “Quando é?”)  “explora a dor causada e o inevitável medo do câncer”, de acordo com um comunicado de imprensa. O vídeo, lançado hoje, é sombrio e perturbador. No entanto,  – impressionante no seu melhor desempenho em clipes – com movimentos de dança contorcidos, distorce cada cena para frisar o lado sombrio da doença. A silhueta de  literalmente resplandece com um brilho apaixonante e sobrenatural, ofuscando todos os demais elementos em cena. O resultado final é um dos mais belos e glamurosos clipes de 2015, apesar da atmosfera dark por trás de cada frame.

 

Nossa lista completa está aqui:

 

  • Naughty Boy f/ Beyonce “Runnin’ (Lose It All)” (Charlie Robins, dir.)
  • Disclosure f/ Lorde “Magnets” (Ryan Hope, dir.)
  • Halsey “New Americana” (Jodeb, dir.)
  • Steve Angello “Children Of The Wild” (Guillaume Panariello, dir.)
  • Stromae “Quand C’est” (Xavier Reye, dir.)
  • Jo Goes Hunting “Run Away” (Shai Langen, dir.)
  • JR JR “Gone” (Los Perez, dir.)
  • Pentatonix “Can’t Sleep Love” (Alon Isocianu, dir.)
  • A Great Big World “Hold Each Other” (Marc Klasfeld, dir.)
  • Peking Duk “Say My Name” (Anthony Chirco, dir.)
  • Lil Dicky f/ Fetty Wap Rich Homie Quan “$ave Dat Money” (Tony Yacenda, dir.)
  • Mac Miller “Brand Name” (Rex Arrow, dir.)
  • The Shoes “Drifted” (Dent De Cuir, dir.)
  • Kurt Vile “Life Like This” (Adam Avilla, dir.)
  • Father John Misty “The Night Josh Tillman Came To Our Apartment” (Drew Pearce, dir.)
  • Battles “The Yabba” (Roger Guardia, dir.)
  • Modern Baseball “Rock Bottom” (Kyle Thrash, dir.)
  • Unknown Mortal Orchestra “Can’t Keep Checking My Phone” (Dimitri Basl, Cooper Roussel, dir.)
  • Huntress “Sorrow” (Phil Mucci, dir.)
  • Yvein Monq “Twun” (KinoPravda, dir.)
  • Rose McGowan “RM486” [NSFW] (Jonas Akerlund, dir.)
  • Lana Del Rey “Music to Watch Boys To” (Kinga Burza, dir.)
  • MNEK & Zara Larsson “Never Forget You” (Richard Paris Wilson, dir.)
  • Years & Years “Eyes Shut” (Chino Moya, dir.)
João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths