Cenário Nacional: Ator na série Magnífica 70 (HBO) e sobrinho de Alceu, Bernardo Valença lança carreira musical com clipe “Dó”

Cenário Nacional | 15 mar 19 - por João Paulo Porto

Ator presente na série Magnífica 70, da HBO, compositor e poeta, Bernardo Valença inicia sua carreira musical com o primeiro single de seu álbum, “Dó”, já disponível nos principais serviços de streaming. O lançamento do selo Cantores del Mundo abre as portas para o jogo de palavras comum à lírica do artista, que busca na família suas inspirações musicais e poéticas: o avô Orestes declamava glosas, e o tio Alceu Valença serve como grande referência. A música chega também com um clipe que faz um jogo de imagens:

RELEASE:

Bernardo vem do Recife, é íntimo da região do Agreste e Sertão do Pajeú, berço da poesia oral dos cantadores. Sua família é de artistas, seu bisavô Orestes Valença declamava glosas, seu tio Alceu Valença é uma referência próxima. Bernardo chegou a estudar mímica moderna e teatro físico no Equador, o que lhe confere força e poética como intérprete.

Hoje, aos 28 anos, acumula uma longa relação com os versos. O primeiro livro de poesia veio aos 12 anos, chama-se “De Mãos Dadas Com a Vida”. Aos 17, Bernardo lançou “Onomatopéia do Silêncio”, publicado pela editora Bagaço de Pernambuco. Três anos depois, de forma independente, lança o livro “Lá no Alto a Pipa Vermelha Tentava Empinar o Menino no Chão”.

Nos últimos anos, se destacou nos palcos com peças como “O Processo” (2015), no Teatro Eva Herz, “Pela Família” (2016), no Microteatro do Castelinho do Flamengo e “O Ateneu” (2018), no Teatro Oi Casa Grande. Seu trabalho mais recente foi na TV, onde participou da terceira temporada na série Magnífica 70, da HBO, interpretando o personagem Jesus. Além da dramaturgia, a experiência com os palcos vem de longa data, com projetos e bandas de rock na adolescência que se destacaram na cena nordestina a ponto de se apresentar em palcos como o do Abril Pro Rock e do Festival de Inverno de Garanhuns e ganhar espaço na programação da MTV.

“Dó” é um exemplo de como funcionam as composições de Bernardo, a paixão pelo jogo de palavras: a faixa é uma coleção de monossílabos. Sua letra foi editada no 7° caderno de poesias do CEP 20000, publicação do sarau que acontece no Teatro Sérgio Porto, no Rio de Janeiro. O arranjo é dele e de Arthus Fochi, um dos organizadores do selo Cantores Del Mundo. Fochi também assina os violões nessa gravação. A faixa conta com o basseto acústico de Pablo Arruda, fazendo contraponto com a rabeca regional de Rodrigo Biscoito, marcada pela suavidade da bateria de Gabriel Barbosa. O clipe foi dirigido pelo próprio Bernardo e tem fotografia de Guilherme Tostes. Nele, o artista cria um jogo de imagens com dedos dançando e múltiplas exposições.

Esse primeiro single chega às plataformas através da Cantores Del Mundo. Com o objetivo de criar uma música comum latino americana, o selo foi fundado por Tita Parra, neta da lendária Violeta Parra. O selo está sendo consolidado com a direção de Arthus Fochi e do produtor musical Guilherme Marques.

https://www.facebook.com/eibernardovalenca

João Paulo Porto

Criador do site 1001 Videoclips e apaixonado por The Smiths.