Anúncio com Código

Para Ver Antes de Morrer: #135. Björk | It´s Oh, So Quiet

Para Ver Antes De Morrer | 18 fev 12 - por João Paulo Porto
bjork be quiet
bjorkrehearse

Bjork por trás das cenas

Pioneira da experimentação, Björk adora inovar em seus videoclipes, não bastasse apenas na música, que já é grande coisa. O videoclipe de “It´s Oh So Quiet”, merecidamente uma das melhores covers de todos os tempos, relembra antigos musicais com uma abordagem muito semelhante e energia criativa extremamente original.

O vídeo foi dirigido por Spike Jonze e filmado em San Fernando Valley, Califórnia. Inspirado pelo visionário cineasta e coreógrafo norte-americano Busby Berkeley (1885- 1976), diretor do clássico Sangue De Artista (1939).

 A escolha temática segue em duas direções: apresentando ao mesmo tempo um ritmo mais calmo, em câmera lenta, enquanto ela sussurra versos da canção e um retumbante desfile de ritmos frenéticos e coreografias dançantes durante o refrão desenfreado.

06week29

O vídeo começa como Björk saindo de um banheiro muito sujo em uma loja de automóveis. Ela dança junto com os trabalhadores da indústria automobilística no primeiro refrão. Durante o segundo refrão, ela dança com algumas pessoas do lado de fora da loja de automóveis. Björk continua a caminhar ao longo da rua, dançando com várias mulheres idosas e seus guarda-chuvas antes de descansar em cima de uma caixa de correio para o verso final. A caixa de correio ganha “vida” e dança junto com Björk . Björk, em seguida, sai correndo pela rua onde o resto da cidade decidiu se juntar a ela para um grande número de dança. O vídeo termina com Björk flutuando acima do Townsfolk linda e graciosa.

tumblr_ml4q58fQXo1rok2afo1_500Embora fosse difícil adaptar um estilo cinematográfico dos anos 30 e 40, Jonze surpreendeu casando perfeitamente referencias retrô com pintadas de nostalgia com o estilo anos 90 na aparência e na forma.  O resultado surpreendeu e elevou a fama de Björk às alturas, sem falar no prestígio que Jonze acumulou.

É um trabalho descontraído, leve e cheio de energia e a presença meiga de Björk e seus sussurros e gritos estridentes se tornou memorável.

Diretor: Spike Jonze | Ano: 1995

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths