Para Ver Antes de Morrer: 0009. Björk | All Is Full of Love

Anos 90, Para Ver Antes de Morrer | 19 fev 18 - por João Paulo Porto
all-is-full-of-love-by-bjork

Os robôs também têm sentimentos. Antes de WALL-E cortejar a EVE, nenhum robô tinha expressado a sensualidade que o diretor Chris Cunningham conseguiu neste clipe fabuloso da Björk

Ele supera a cara querubinha de Björk em um máscara branca polida. Os membros do robô, as entranhas e as partes inferiores são criados diante de nossos olhos com precisão de fábrica, os toques finais são preenchidos como em um floreio.

Hoje, fazer esse tipo de animação por computador seria bastante rotineiro, mas para Cunningham e sua equipe em 1999, foi um marco. Há uma emoção incômoda para o espectador quando o robô beija e acaricia outro robô. Cunningham o chamou de “kama sutra atende à robótica industrial”. Além dos braços, pernas e tendões de aço, a letra promete que “você receberá amor, você será cuidada”. 

O trabalho visual para essa música elevou o videoclipe ao patamar de “obra de arte” e está entre os melhores de todos os tempos. Bjork, considerada uma das artistas mais interessantes dos últimos tempos, sempre se preocupou em produzir os mais belos videoclipes. “All is Full of Love” é, sem duvida, o seu melhor e um dos mais impactantes de todos os tempos.

Diretor: Chris Cuningham | Ano: 1997

João Paulo Porto