Anúncio com Código

Videologia: Os videoclipes de Jagged Little Pill, a obra prima de Alanis Morissette

Videologia | 12 jun 15 - por João Paulo Porto
alanis morissette jagged little pill

Na sessão Videologia, os editores do 1001 Videoclips destrincham os videoclipes de seus álbuns preferidos. Para essa semana, escolhemos a obra-prima de Alanis Morissette que completa neste mês 20 anos de lançamento.

Alanis Morissette é umas das cantoras que foram destaques nos anos 90. Não foi apenas com as suas atitudes nos palcos, mas também na sua obstinação e dedicação de chegar ao sucesso. No começo de carreira quando jovem, ela cantava músicas Pop em palcos de jogos de beisebol do Canadá, mas foi no Rock que Alanis encontrou seu amadurecimento, mudando de vez o mercado fonográfico com o álbum Jagged Little Pill de 1995, um fenômeno de vendas.

You Oughta Know (Nick Egan)

O hino absoluto sobre fim de relacionamentos e que também possui um verso engraçado (quando Alanis canta “It’s not fair to deny me of the cross I bear that you gave to me” (“não é justo me negar a cruz que carrego, que você me deu”), todos achavam  que ela estivesse dizendo “não é justo me negar o urso vesgo que você me deu” (the cross-eyed bear that you gave to me”)) rendeu um clipe estranho e com pouca originalidade, na minha opinião. O vídeo foi dirigido por Nick Egan e mostra Morissette correndo ou andando por um deserto e, em algumas cenas, sentada em uma cadeira. É verdade que a cantora aparece furiosa mas poderiam ter caprichado na contextualização e cenário.

 

Hand In My Pocket (Mark Kohr)

O clipe apresenta Morissette cantando a famosa “Hand In MY Pocket” no meio de um desfile no Brooklyn em New York. Mark Kohr assumiu a direção que apostou em tons monocromáticos e câmera lenta. A cantora também apare e dirigindo um Lincoln.

 

Ironic (Stéphane Sednaoui)

O videoclipe apresenta a cantora saindo de um posto de gasolina e indo direto a um carro, um Lincoln Continental Mark V. Em dia de sol, com poucas geadas em volta. A música é calma e a interpretação segura da Alanis, facilita a conduzir bem o seu volante e interagir com os seus elos. – É o momento certo, na qual ela vai dá o sinal no retrovisor. Aparecendo a sua própria imagem no banco traseiro, mas com a roupa diferente e uma índole oposta do motorista. O som se torna fulminante e agitado. O diretor Stéphane Sednaoui pegou emprestado os takes como referências de um filme alemão chamado “Wise Blood” de 1979. – A diferencia é que no filme, a cena mostra o passageiro (protagonista) discutindo com um taxista – e criou um videoclipe marcante para a geração anos 90.

VEJA TAMBÉM: Para Ver Antes de Morrer: 0194. Alanis Morissette | Ironic

 

You Learn (Liz Friedlancder)

Existem dois videoclipes para “You Learn”. O original, onde Alanis veste um casaco e sai de seu apartamento, logo após, começa andar pelas ruas e ver problemas, como um acidente de carro, etc. E o segundo é a performance ao vivo. No original, Alanis acerta a cesta de basquete na primeira tentativa. O oponente de Alanis no ringue é a diretora do clipe, Liz Friedlancder.

O Original:

E o Ao Vivo:

 

Head Over Feet (Michelle Laurita e Alanis Morissette)

O vídeo foi dirigido por Michelle Laurita e Alanis Morissette.  Simples, ele mostra um close-up de Alanis com um steady cam [20] Há duas versões do vídeo: A versão “Head” e a versão “Feet” (feito para o mercado europeu e asiático). A versão Head mostra uma Alanis cantando de frente para a camera e a outra foi retirada do Jagged Little Pill Live, onde Alanis está tocando com sua banda em uma escola e ao seu redor varias crianças brincando e tocando gaita.

Versão Head

 

Versão Feet

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths