Anúncio com Código

5 clipes importantes da carreira de Roger Waters

Listas | 07 set 14 - por João Paulo Porto
white_pink_floyd_bass_guitars_roger_waters_1920x1080_61896

roger-waters-03No aniversário de 70 anos, Roger Waters é celebrado como um dos maiores compositores de todos os tempos. O trabalho no front do Pink Floyd – a banda de rock progressivo mais importante, prestigiada e idolatrada da história – apenas elevou o status de gênio máximo do rock, comparado a gente do caibre de Mozard e Bethoven. claro que, Roger Waters não seria tão bem sucedido sem a presença dos colegas, David Gilmour, Rick Wright e Nick Manson, integrantes que juntos, com as habilidades artísticas extraordinárias, elevaram ao máximo o que se conhece como rock viajante.

Para celebrar o aniversário de 70 anos de Waters (completados hoje, 6 de Setembro), compilamos os 5 clipes mais importantes de sua carreira solo. Espero que gostem.

05. What god Wants, part 1 (Amused To Death, 1992)

Esta canção está presente no álbum solo Amused To Death e tem a participação de Jeff Beck nas guitarras. O videoclipe mostra o cantor em estúdio enquanto imagens com gorilas assistindo TV e uma animação em stop motion de um esqueleto de sapo pegando um pedaço de queijo em uma ratoeira, para ser fundido com o queijo para se transformar em um pequeno aparelho de televisão completam a fita. O vídeo foi dirigido por Tony Kaye e produzido por Sarah Whistler.

04. Tide Is Turning (Radio K.A.O.S., 1987)

Segundo single de trabalho de Radio K.A.O.S., o clipe de “Tide Is Turning” lançado originalmente em 1987, é uma crítica à idéia de guerra para fins de entretenimento. Ao mesmo tempo, há uma nota de otimismo que talvez a maré esteja virando, dando um vislumbre de esperança neste mundo promissor e de infinitas possibilidades. “Tide Is Turning” ainda é uma das mais belas composições do cantor.

https://www.youtube.com/watch?v=66nqhVtq6xo

03. 5.06 (Every Stranger´s Eyes) (The Pros and Cons of Hitch Hiking, 1984)

O conceito da canção e clipe girou em torno de pensamentos dispersos de um homem durante uma viagem através de algum lugar da Europa Central, com foco em sua crise de meia idade, e como ele sonha em cometer adultério com um carona que ele pega ao longo do caminho. Ao longo do caminho, ele também enfrenta outros medos e paranóia, com todas essas coisas que acontecem em tempo real, nas primeiras horas da manhã de 04:30:18 para 5h12 em um dia indeterminado.

“Numa banda de rock, você está numa situação privilegiada. Você tem poder, muito dinheiro e glamour. Fazer parte de uma grande banda de rock é como estar em uma jaula. É esse tipo de descoberta e exorcismo que está em The Wall.”
“Numa banda de rock, você está numa situação privilegiada. Você tem poder, muito dinheiro e glamour. Fazer parte de uma grande banda de rock é como estar em uma jaula. É esse tipo de descoberta e exorcismo que está em The Wall.”

02. Another Brick In The Wall (part II) (The Wall, 1980)

“Another Brick in the Wall (part II)” faz parte de um conjunto de canções que juntas possuem a mesma estrutura melódica, porém, evocam temas diferentes – memórias, educação e drogas respectivamente. É a canção mais famosa do Floyd e conhecida em todo o mundo por possuir uma letra inconfundível que criticava a educação escolar rígida e os internatos (experiência vivenciada por Waters na infância) e uma poderosa melodia iconista caracterizada por um refrão simples e o inesquecível coral escolar cantando em uníssono.O enredo do videoclip especificamente conta a historia de um grupo de crianças que após sofrerem abusos seguidos por parte dos professores, protestam endurecidamente contra o sistema educacional da escola.

01. Comfortably Numb (Live at O2, London)

Um grande encontro que pegou os fãs da platéia de surpresa. Depois de anos sem se falarem, Roger Waters convidou o amigo David Gilmour para executar a fabulosa “Comfortably Numb” em um concerto em Londres. O momento foi celebrado como um marco para história da banda, pois, desde que Waters decidiu sair do floyd, em 1985, a banda nunca mais tocaria com a a formação original.

João Paulo Porto
João Paulo Porto

Fundador do 1001 Videoclips e louco por The Smiths