Para Ver Antes de Morrer: 30. Fatboy Slim | Weapon of Choice

Anos 90, Para Ver Antes de Morrer | 06 mar 18 - por João Paulo Porto

Dirigido por Spike Jonze, de Quero ser John Malkovich e Adaptação, o vídeo é um divertido desfile de dança do ator vencedor do Oscar Christopher Walken, apresentando a beleza maestral de um dos hotéis mais lindos do mundo: o famoso The Los Angeles Marriott.

O vídeo inicia com walken sentado em uma poltrona, entediado e reflexivo – como se estivesse pensando: que diabos estou fazendo aqui parado? Então começa a dançar no ritmo da música.

A coreografia muito original, por sinal, é aproveitada ao máximo em movimentos rápidos e sutis, de acordo com as batidas e levadas da canção. O clímax acontece quando ele se joga com tudo no vazio do hotel e começa a voar. A cena é tão genial que nos provoca aquela sensação de liberdade presa por regras da sociedade que nos impede às vezes de sermos quem realmente somos. A seguir ele para por trás de um quadro azul e para pra perceber as maravilhas desse momento de libertação. Depois retorna para seu lugar, e com a cara triste encerra-se o videoclipe.



O vídeo tem um “quê” de filosófico que o torna irresistível. A música eletrônica, assim com outros gêneros musicais, sempre esteve relacionada com a libertação da alma e da descoberta do prazer. Seja ela na dança ou nas drogas. A música em si foi feita para causar excitação, euforia e sorrisos fáceis, viagens alucinantes que mais pareciam um parque de diversões na cabeça. Essa excitação provocada, na maioria das vezes, por altos consumos de Ecstasy, droga que marcou a geração clubber dos anos 90, parece ser o ponto chave do videoclipe.

Alem da sublime performance de Walken, podemos perceber a melancólica cara de tristeza, quando ele se dá conta que aquilo tudo não passou de um breve momento de libertação. Assim como acontece quando os efeitos alucinantes do Ecstasy desaparecem. 



“Weapon of choice” é um exemplo de inteligência criativa e não teria a menor graça se não fosse os passos contagiantes de Walken. O ator que já fez dança profissional antes de iniciar a carreira de ator, nos mostra um ator sério e ao mesmo tempo engraçado. Talentoso até a medula, não tem medo de se expor ao ridículo e talvez por isso suas interpretações sejam tão geniais.

O vídeo ganhou 6 MTV awards incluindo melhor direção, melhor coreografia, melhor direção de arte e veceu um Grammy de melhor vídeo de música.

Diretor: Spike jonze | Ano: 1999

João Paulo Porto